sábado, 29 de março de 2014

PsyBye

Foi, é e será para sempre um dos shows mais míticos da cable americana (Televisão por cabo). Quando apareceu em 2006 havia muitas dúvidas sobre a capacidade das séries de cabo conseguirem atrair e manter uma leal base de fãs e atingir dimensões de audiência (ratings) das normais televisões (networks).
Porém Psych transformou tudo. Foi durante muito tempo líder de audiências nas suas noites, o que durante a Temporada de Outono-Inverno não é fácil. No ano de 2013, facto de algum desgaste, foi uma das 5 melhores nas Quartas à noite e das 10 melhores do ano nesse mesmo dia, atingindo 4,17 Milhões de espectadores, sendo 1,87 deles adultos (entre os 18-47).
A série é simples de explicar. Temos Shawn Spencer (James Roday), filho de Henry Spencer (Corbin Bernsen) um ex-detective da Santa Barbara Police Departement . Shawn vive na sua casa, namora empregadas de balcão e passa a sua vida a ligar para a linha de dicas da polícia tentando ajudar a resolver crimes. Shawn tem uma íncrível capacidade de notar no que mais ninguém nota, naqueles pormenores que as pessoas vêem mas não ligam, fruto do treino intensivo do seu pai quando era criança. No episódio piloto Shawn é preso devido a uma dica que deu para a polícia e vê-se obrigado a inventar uma desculpa para a mesma, afirmando que é psíquico. Com a ajuda do seu melhor amigo, Gus Burton (Dulé Hill), este ser que apresenta várias ineptidões no que se trata a people skill's, lidar com "as coisas de adultos" e que se recusa a crescer.
Durante estes 8 anos vamos ver Shawn e Gus resolver vários crimes, em conjunto com os detetives Carlton Lassiter (Timothy Omundson) e Juliet O'Hara (Maggie Lawson) e ao mesmo tempo crescendo enquanto pessoas. A juntar a este mix, temos personagens para todo o tipo, desde o legista que tem piores people skill's do que Shawn à chefe de polícia que tem de ir controlando as loucuras de várias destas personagens.
O Series Finale, que é o que aqui me traz hoje, foi digno de tudo aquilo que a série sempre foi e marcou o exemplo final, ou como diriam os Psych-O's o "resigning to maturity" por parte da personagem principal que vai morar para S. Francisco e pede em casamento a sua namorada e mantém a sua grande amizade com o seu melhor amigo que o acompanha nesta viagem, ou melhor, o persegue pois Shawn deixa Santa Bárbara sem se despedir.

Ao Psych enquanto fã desde o primeiro episódio só posso agradecer por todos os momentos divertidos, por todos os "Suck It", "Camon Son" e ainda as referências à pop-culture dos anos 80/90. Toda a comédia e drama valeram a pena, foram 45 minutos semanais bem passados e sem arrependimento.

Obrigado Psych e até um dia! 

sábado, 22 de março de 2014

terça-feira, 27 de agosto de 2013

E (Engraçadas E Estúpidas) #27

Produto Vegetal

Pergunta de um professor numa universidade de economia:
Qual é o mais importante produto vegetal do continente Africano?
Resposta: É o marfim!

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

domingo, 25 de agosto de 2013

E (Engraçadas E Estúpidas) #25

Professora: Quais são as duas Serras Algarvias?
Aluno: A Serra de Monchique e a Serra da PANELA.
Professora: Não. É a Serra de Monchique e a Serra do Caldeirão.
Aluno: Eu sabia que era onde se fazia comida.

sábado, 24 de agosto de 2013

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

E (Engraçadas E Estúpidas) #23

Democracia grega

"Na Grécia, a democracia funcionava muito bem porque os que não estavam de acordo envenenavam-se."

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

E (Engraçadas E Estúpidas) #22

Animais irracionais 

"Quando um animal irracional não tem água para beber, só sobrevive se for empalhado."

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

terça-feira, 20 de agosto de 2013